Notícia

9 motivos para comemorar o Dia do Agricultor

sexta, 27 de julho de 2018
A agricultura está presente em diversas atividades do dia-a-dia, sobretudo do brasileiro, mas, muitas vezes, contesta-se sua enorme importância.

Em 28 de julho de 1860, o então imperador D. Pedro II criou a Secretaria de Estado dos Negócios da Agricultura, Comércio e Obras Públicas. Foi somente em 1930, depois de diversas mudanças de nomenclatura, governo e atribuições, que a pasta passou a se chama Ministério da Agricultura.

Para comemorar os 100 anos da criação do ministério, o presidente Juscelino Kubitschek determinou, em 1960, que no em 28 de julho passasse a ser comemorado o Dia do Agricultor.

A agricultura está presente em diversas atividades do dia-a-dia, sobretudo do brasileiro, mas, muitas vezes, contesta-se sua enorme importância. Grande parte dos alimentos que está em sua mesa, mesmo que você não imagine, passou pelas mãos de um agricultor - o responsável por cultivar grãos, sementes e hortaliças.

Eis os motivos:

1 - Setor primário da economia brasileiro.

A agricultura é uma das principais fontes de capital para o Brasil. O Brasil é grande produtor e exportador de cacau, laranja, cana-de-açucar, milho, soja, entre outros muitos produtos.

2 - Mercado exportador.

Recorramos aos números, novamente, para provar a importância da agricultura para o Brasil: o setor exporta o equivalente a 42% do total de produtos que viajaram do Brasil rumo a outros países.

3 - Supremacia mundial.

Os números da agricultura colocam o Brasil no topo do mundo! Para exemplificar, analise o caso da soja. Nosso país é o maior produtor do grão no planeta, com produção quase 10% maior que a dos Estados Unidos. A área de soja plantada no Brasil é pouco maior que o tamanho do Estado de São Paulo.

4 - Produção de alimentos.

Os agricultores são os responsáveis pelo cultivo de quase todos os alimentos que consumimos. Arroz, feijão, café, frutas, legumes, hortaliças, etc.

5- Geração de empregos.

Além dos milhões de empregos gerados diretamente pela agricultura, o setor estimula a criação de vagas em diversas outras áreas. Na indústria têxtil, por exemplo, o algodão necessário para a confecção de roupas depende de uma boa safra e do trabalho do agricultor.

6 – Papel.

Se não fossem as plantações de árvores como como pinus e eucalipto, você não teria acesso a nenhum papel (livros, cadernos, etc). De acordo com dados da Associação Brasileira de Produtores de Florestas Plantadas (Abraf), a produtividade brasileira dessas duas árvores é a maior do mundo.

7 - Respeito aos recursos naturais.

O profissional de agricultura respeita os recursos naturais com que trabalha. Da água ao solo e, principalmente, tem uma preocupação singular com a qualidade dos alimentos e produtos que entrega e vende.

8 - Criação de energia sustentável.

Os combustíveis renováveis são o futuro. E esse futuro nasceu na agricultura. O biocombustível é fabricado em escala comercial a partir de produtos agrícolas, como a cana-de-açúcar e soja.

9 - Atividade milenar.

O surgimento da agricultura marca o início de uma nova era: o período Neolítico. A profissão data de cerca de 3.000 a.C. Hoje muita coisa mudou, a tecnologia entrou em cena, mas nunca podemos nos esquecer da importância histórica desta profissão, que mudou a maneira como o homem passou a viver e enxergar o mundo.

 

 

 

 

Fonte: Globo Rural